Home Bastidores Como a SAS Brasil tem ajudado brasileiros a ver o mundo com outros olhos

Como a SAS Brasil tem ajudado brasileiros a ver o mundo com outros olhos

por Ana Beatriz Viana Arruda

Em comemoração ao Dia do Oftalmologista, celebrado no dia 7 de maio, conheça o impacto e ações da área que é referência na startup social

 

A visão é um dos sentidos mais importantes nos seres humanos, afinal, é por meio dela que os indivíduos podem conhecer o mundo, as cores, identificar objetos e pessoas. A palavra oftalmologia tem origem no grego, sendo a junção de ophthalmós, que significa olhos, e logos, que significa estudo. O estudo do olho é a função do médico oftalmologista, o seu trabalho é preservar a saúde ocular do paciente, assim como buscar tratamentos que auxilie a melhor visão possível para o indivíduo. 

Leia mais: Entenda como é o atendimento de Otorrinolaringologia da SAS Brasil

Triagem na Comunidade da Maré, RJ

De acordo com recomendação da Organização Mundial da Saúde, o ideal para um país seria ter um oftalmologista para cada 17 mil pessoas. O Brasil tem, em média, um oftalmologista para cada 9 mil indivíduos. O problema é que a maioria desses profissionais está concentrada em grandes centros urbanos. Enquanto estados como Rio de Janeiro e São Paulo têm aproximadamente uma média de 1 oftalmologista por 3.200 habitantes, estados como Rio Grande do Norte e Alagoas têm uma média de aproximadamente 1 oftalmologista por 18.700 habitantes. 

É justamente diante deste cenário, que a atuação da SAS Brasil na oftalmologia se torna tão essencial e relevante para a sociedade. No Brasil, mais de 45 milhões de pessoas precisam usar óculos e não sabem, conforme revela pesquisa realizada pela Renovatio, ONG focada na saúde visual. Foi com o intuito de mudar essa realidade, que, em 2014 foi criado o Projeto Ver Magia.

Com o objetivo de promover a prevenção e a detecção precoce da cegueira infantil e da deficiência visual, o projeto que é tradicional na SAS Brasil e reúne médicos oftalmologistas e profissionais da saúde ocular para atender majoritariamente alunos da rede pública de ensino das cidades em que a SAS Brasil atende, permitindo que elas sejam tratadas no tempo correto. As consultas são realizadas através dos consultórios itinerantes montados nas Carretas, nas Unidades de Telemedicina Avançada ou nas Cabines de Teleatendimento. 

Atendimento em expedição

A oftalmologista Ana Carolina Cardoso, primeira coordenadora da oftalmologia na SAS Brasil, conta sobre a importância de um projeto de oftalmologia voltado para o público infantil. “Quando lidamos com o período de desenvolvimento infantil, seja da visão ou de outras funções, é super importante fazer tudo precocemente. Quanto antes o tratamento, melhor o resultado do desenvolvimento global da criança. A visão representa 80% do que recebemos do mundo e isso impacta o desenvolvimento do indivíduo”, afirma. 

Os profissionais da oftalmologia frequentemente encontram na SAS Brasil, casos infantis  de erros refrativos e ambliopia, também conhecido como olho preguiçoso. São condições que, se tratadas precocemente, podem alterar profundamente a qualidade de vida da criança. Dessa forma, quando a instituição realiza os exames, diagnósticos, tratamentos e distribui óculos para a população infantil, ela é capaz de reverter o que a oftalmologista chama de “cadeia de eventos negativos”, como a evasão escolar, que pode desencadear na futura falta de oportunidades, e o baixo desenvolvimento de outras habilidades, como a noção espacial. 

Atenção aos pacientes diabéticos

Projeto Piloto, Natal, RN

Em 2020, enfrentando os desafios impostos pela pandemia da Covid-19, a instituição deu início a um novo projeto, dessa vez focado no monitoramento de pacientes com diabetes. As doenças oculares diabéticas, assim como a própria diabetes, quando diagnosticadas, acompanhadas e tratadas de forma precoce, “podem evitar desfechos desastrosos, como a perda parcial ou completa da visão”, reforça Ana Carolina. 

“São casos tratáveis quando diagnosticados precocemente. É muito importante o controle da glicemia, mas o olho é uma das principais formas de avaliar e controlar a diabetes, evitando um desfecho ruim”, disse. Esse desfecho pode se concretizar quando o paciente perde a sua visão, desencadeando um  processo de reinserção na sociedade desafiador e acabar afetando sua condição laboral. 

Por isso, o acompanhamento destes pacientes, que pode ser realizado, por exemplo, com o controle da glicemia e o exame de vista, pode evitar que a condição se agrave. A SAS Brasil se reinventou e uniu a equipe de oftalmologia com as equipes de endocrinologia, dermatologia e nutrição para realizar o cuidado integral desses pacientes. 

Atendimento de paciente diabética

O projeto é desenvolvido em quatro fases: contato inicial, experiência UBS, mutirão e telemedicina. Dessa forma, por meio da tecnologia e do atendimento de profissionais especializados, o monitoramento da diabetes se torna constante e, em especial, os olhos são constantemente avaliados para acompanhar a evolução das lesões, evitando desfechos negativos. 

Assim como as outras especialidades, a oftalmologia traz a oportunidade para a SAS Brasil de oferecer um cuidado integral e interdisciplinar aos pacientes. É por meio dos olhos que os indivíduos podem conhecer o mundo, demonstrar emoções, contar histórias e a instituição tem a missão de garantir que o máximo de crianças, adultos e idosos vivam podendo contemplar a beleza da vida através da visão.

Série Especialidades SAS Brasil

A SAS Brasil disponibiliza aos seus pacientes profissionais de saúde de 34 especialidades. Cada área apresenta suas particularidades e, por isso, foi criada a Série Especialidades SAS Brasil, para ajudar nosso público a entender mais sobre como funciona nossos serviços, o que cada área é responsável, quais são suas atribuições e como ela se estrutura na SAS Brasil. 

Posts relacionados

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.