Home Inovação em Saúde SAS Brasil inaugura cabine para teleatendimento de população sem acesso à internet na favela da Maré, no Rio

SAS Brasil inaugura cabine para teleatendimento de população sem acesso à internet na favela da Maré, no Rio

por Comunicação SAS Brasil

O SAS Brasil leva à comunidade da Maré, no Rio de Janeiro, uma inovadora cabine de telemedicina para auxiliar no combate à pandemia de covid-19. A instalação do equipamento, que é inédito no mercado e foi disponibilizado gratuitamente para os moradores da Maré, aconteceu no início de setembro. O objetivo é viabilizar o acesso a atendimentos médicos e psicológicos para quem mora em regiões com infraestrutura precária em saúde e que não tem acesso à internet ou a smartphones.

Para garantir a segurança dos pacientes, há filtragem constante do ar, durante todo o tempo de uso da cabine, com filtros HEPA (High Efficiency Particulate Arrestance), tecnologia usada em ambientes hospitalares, com alta eficiência na separação de partículas. Na saída de cada paciente, ativa-se automaticamente um feixe de luz ultravioleta, que esteriliza o ambiente e o prepara para o próximo usuário. Os atendimentos ocorrem com total privacidade, com proteção acústica e porta fosca, que impede, a quem está do lado de fora, ver ou ouvir o que ocorre durante as consultas.

(Continua depois do vídeo)

Aparelhos médicos

A cabine tem oxímetro (que mede o nível de oxigenação do sangue), medidor de pressão arterial e de temperatura. Com esses equipamentos, o médico, mesmo à distância, consegue ter informações vitais do paciente. Além disso, a cabine conta com conexão à internet por fibra ótica, webcam e um monitor para que os pacientes possam conversar com os profissionais de saúde. “A cabine de telessaúde do SAS Brasil ajuda quem não tem acesso à internet, por falta de pacote de dados, por exemplo, e também qualifica as teleconsultas com a tomada de sinais vitais do paciente”, explica a médica Adriana Mallet, coordenadora de Saúde do SAS Brasil. “Nela, os moradores são atendidos sem precisar se deslocar a hospitais ou clínicas, evitando a propagação do novo coronavírus”, diz. A expectativa é atender 100 pessoas na fase de testes e, depois, cerca de 480 por mês.

Para usar a cabine, o paciente deve agendar a consulta, o que é feito por meio de um número de WhatsApp divulgado internamente nas comunidades. Nesse contato inicial, a equipe de voluntários do SAS Brasil faz, também à distância, triagem, cadastro e agendamento. Depois de passar por essas etapas, o paciente recebe um QR Code individual para ter acesso à cabine no horário da consulta, que é feita de forma online, seguindo todas as medidas protetivas. No protocolo SAS Brasil, pacientes com suspeita de covid-19 são monitorados a cada 24 horas, com acompanhamento próximo da evolução do caso.

Cabines e UTAs

Durante a edição 2020 do Sertões, tradicional competição off road do país, o SAS Brasil vai instalar uma versão diferenciada da cabine de teleatendimento (chamadas UTAs, sigla para Unidades de Teleatendimento) em locais pelos quais a prova passará.

Em função da pandemia, as equipes do Sertões 2020 não ficarão em cidades. A prova, dessa vez, vai conectar locais isolados no mapa. Os locais de instalação das UTAs serão divulgados oportunamente. O Sertões 2020 ocorre entre 31 de outubro e 7 de novembro e a largada ocorrerá no Autódromo Velocittà, em Mogi Guaçu (SP).

Evento de lançamento

Na terça-feira, 29 de setembro, o SAS Brasil fará um evento online de lançamento da cabine de teleatendimento, em que o equipamento inovador será mostrado. Haverá participação de diretores e coordenadores da organização envolvidos no projeto, mediação da jornalista Giuliana Miranda, especializada em saúde, e convidados especiais.

Posts relacionados

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.