O SAS Brasil é feito de gente.

É gente que se dedica de forma integral ou que entrega parte do seu tempo e um bocado de seus talentos de forma voluntária.

É gente que viaja nas expedições e gente que atua no dia a dia da organização, planejando as ações ou correndo atrás de apoio.

É gente que sonha em ver o Brasil ser um lugar melhor, mais justo, mais igualitário. Um país dos sonhos de todo brasileiro, com mais acesso à saúde e menos desigual.

Seja voluntário do SAS Brasil

O que começou com um grupo de amigos, que queriam fazer a diferença enquanto viajavam de carro pelo Brasil profundo, cresceu e virou um time dos sonhos, formado por profissionais de várias áreas, acompanhados de perto por um Conselho Consultivo com cabeças experientes nas áreas em que atuam.

O SAS Brasil é feito de gente e é feito para gente. Em cada reunião temos no nosso radar as pessoas que, sem a gente, não teriam acesso à saúde de qualidade e especializada. É em nome delas que fazemos o que fazemos.

Conheça aqui quem faz o SAS Brasil.

Foto: Fernanda Ary

Foto: Hector Santos

Diretoria

Médica emergencista, Adriana é também empreendedora, palestrante e coordenadora de cursos para leigos e para profissionais de saúde. No SAS Brasil, coordena a área de Saúde. Descobriu no surdo a paixão pela música – desde 2019, toca nas terças-feiras de Carnaval no bloco Pagu, formado só por mulheres.

Consultora, especializada em gestão de pessoas, Sabine ministra treinamentos corporativos em grandes empresas do país. No SAS Brasil, criou a área da Alegria e coordena a área de comunicação e equipes de voluntários. Nas (poucas) horas vagas, comanda com destreza as pistas de música, como DJ.

Biólogo (USP), mestre e doutorando em Planejamento e Gestão do Território (UFABC), Sávio trocou a carreira de 15 anos como especialista em planejamento de recursos hídricos e saneamento para combater na prática a desigualdade no Brasil. Já foi dono de hostel e bar, presidente de associação, mochileiro etc.

Conselho Consultivo

Ex-diretor do Banco Real/ Santander, Altair tem mais de 30 anos de experiência como conselheiro de entidades e de empresas, mentor e investidor. É apaixonado por inovação, por gestão de pessoas e por empreendedorismo.

Com quase 3 décadas trabalhando na IBM, atualmente como VP de Vendas de Sistemas, Ana acredita no poder da inspiração e da curiosidade. É fascinada por liderança e por mover negócios na nova era da computação.

Formada em publicidade e propaganda, Deborah atua na área há mais de 15 anos, em agências de publicidade e veículos de comunicação. Responde pela área comercial da Musicalize, empresa do grupo Dreamers (antigo Artplan).

Médica dermatologista com pós-graduação pela UERJ, Gisele tem título de especialista pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). Membro SBD, Grupo Brasileiro de Melanoma  e American Academy of Dermatology.

Julio é engenheiro e empresário e foi um dos sócios fundadores da XP Investimentos. É sócio da Dunas, responsável pela organização do Rally dos Sertões. Dedica-se desde 2018 a causas sociais e elegeu o SAS Brasil para essa missão.

Biólogo especialista em bioinformática, Ricardo tem doutorado em ciências com tese sobre epidemiologia, pesquisa saúde pública na Fiocruz e atua nas áreas de planejamento estratégico e de transformação e saúde digitais.

Fundadores

O SAS Brasil é a concretização do sonho de um grupo de amigos que gostam de viajar de carro pelo país e que queriam devolver à parte mais carente da sociedade brasileira o investimento feito em sua educação em universidades públicas de reconhecimento internacional. Conheça os nossos fundadores.

Médica formada pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Adriana Mallet é apaixonada por cuidar de pessoas e por viajar de carro. Além de coordenar a área médica do SAS Brasil, atua como emergencista no SAMU Limeira, é empreendedora, palestrante e coordenadora de cursos para leigos e para profissionais de saúde. É uma das idealizadoras da associação.

A inspiração para o projeto veio do filme ‘Quem se importa?’, dirigido por Mara Mourão. Ao assistir ao filme, percebi que queria atuar para unir as minhas paixões e ajudar a deixar um legado positivo no nosso país”.

Professora de Educação Física com mestrado em Ciências do Esporte pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Sabine Bolonhini é uma das idealizadoras do SAS Brasil e atual diretora da associação, além de criadora da área de Alegria. Ela atua como coach.

Sou apaixonada por esportes e acredito no poder formador e transformador que ele tem, podendo contribuir de maneira significativa para a formação de pessoas e para a transformação do país”.

Engenheira Civil formada pelo Mackenzie (São Paulo/SP), Sara Diva é pós-graduada em Construções Sustentáveis. É apaixonada por viagens e no SAS Brasil atua na frente de Sustentabilidade, responsável pelo cálculo feito para o plantio de mudas nativas que busca zerar a pegada de carbono que as expedições deixam. Sonha em fazer a compensação de todo o carbono emitido pelos veículos competidores, técnicos e de apoio do Rally dos Sertões.

É incrível poder usar meus conhecimentos profissionais em prol de pessoas que estão tão próximas de nós e, ao mesmo tempo, vivendo em realidades tão distantes”.

Formado em Arquitetura, Alexandre Hernandez acredita que o profissional de sua área deve buscar sempre sair do lugar comum, descobrir o mundo com seus próprios olhos, enriquecer sua capacidade de criar e de resolver desafios em qualquer circunstância. É dele o projeto dos primeiros contêineres que o SAS Brasil teve.

Cruzar o mundo com os olhos atentos de especialista vai além do visitar: é conhecer e tentar compreender, apreciar. Entender o que está à nossa volta é essencial para buscar o novo. Acredito que vivenciar a dura realidade da região do semiárido brasileiro garante uma troca extraordinária de experiências entre minhas qualificações e os conceitos locais”.

Diretor de arte e fotógrafo freelancer, Ton Pederneiras é formado em Publicidade. No SAS Brasil desde o início, Ton é autor das fotografias e vídeos feitos da maioria das expedições já realizadas pela associação. Além disso, está à frente da área de Experiência do Voluntário, responsável por dar às nossas equipes uma vivência que seja ao mesmo tempo rica, descomplicada e, acima de tudo, capaz de promover reflexões e mudanças na consciência social.

Sou apaixonado desde cedo por cultura, artes, lendas, religiões, literatura, matemática, ilustração, por toda forma de expressão humana. Além de ajudar a realizar o projeto, minha missão no SAS Brasil é registrar cada momento das expedições fotografando, filmando, entrevistando, ouvindo e escrevendo sobre o dia-a-dia das nossas viagens”.