O SAS Brasil é uma organização social sem fins lucrativos e itinerante, que acredita na tecnologia e investe em inovação. Atuamos levando saúde especializada e de qualidade, com alegria, a quem mais precisa, em expedições de curta duração e alto impacto, que vão até os municípios e deixam um legado positivo e duradouro entre as populações. Nesse modelo, até o final de 2019 atendemos cerca de 55 mil pessoas¹ em cidades de todas as regiões do país.

⇨ Confira também: Quem faz o SAS Brasil | O que fazemos e onde estamos | Nossa história

Com a pandemia do novo coronavírus², a partir do início de 2020, o SAS Brasil rapidamente se reinventou e passou a atender à distância, via telemedicina, com uma plataforma própria e prontuário eletrônico que garante o sigilo dos dados dos pacientes. Com essa nova modalidade, temos evitado que pessoas socialmente vulneráveis saiam de casa e ainda mantemos os nossos profissionais de saúde em segurança, evitando que ambos corram riscos de se contagiar em unidades de saúde. Com a telemedicina, outras milhares de pessoas já foram beneficiadas e o número cresce todos os dias.

Acompanhe os números atualizados da telemedicina

(1) Dados cumulativos computados no fim de 2019, quando da realização da última expedição presencial do SAS Brasil antes da pandemia do novo coronavírus; (2) Em março de 2020, por ocasião da pandemia e em função da situação sanitária de exceção, o Ministério da Saúde e o Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamentaram a prática da telemedicina para o contato direto entre médico e paciente.

Foto: Hector Santos

Foto: Fernanda Ary

O SAS Brasil foi criado em 2013 e hoje tem o título de OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). Já rodamos dezenas de milhares de quilômetros pelas estradas do Brasil profundo, levando atendimento especializado e alegria para locais carentes em dezenas de cidades em 14 Estados do país. Com a telemedicina, estamos indo ainda mais longe: 168 cidades em 18 unidades da Federação³, com dezenas de milhares de pessoas beneficiadas. 

Referência no atendimento médico com alegria

Existimos porque acreditamos que o acesso à saúde especializada deve ser verdadeiramente universal no Brasil. Em muitos dos lugares que visitamos, não há médicos especialistas. Mulheres com vários filhos nunca estiveram em uma consulta ginecológica. Crianças com baixo desempenho na educação nunca passaram por um oftalmologista para verificar sua visão, o que acaba gerando altos índices de evasão escolar. O câncer de pele é uma realidade entre pessoas expostas ao sol no trabalho rural. O país com a maior concentração de dentistas tem também um número altíssimo de desdentados, pessoas excluídas do mercado de trabalho e da sociedade.

O SAS Brasil é a concretização do sonho de um grupo de amigos que gostam de viajar de carro pelo país e que queriam devolver à parte mais carente da sociedade brasileira o investimento feito em sua educação de ponta em universidades públicas de reconhecimento internacional. Eles queriam acrescentar um elemento social às viagens. O que começou com oito voluntários hoje reúne centenas de profissionais de diversos setores, altamente engajadas. Queremos ser referência no atendimento médico com alegria, para promover a valorização das pessoas e a transformação da consciência social.

Gostamos de dizer que, assim como a saúde é a alegria do corpo, a alegria é a saúde da alma. Traduzimos a frase de efeito incluindo no dia a dia de consultas, exames e tratamentos uma série de elementos lúdicos. Nossa intenção é simples: queremos que o cuidado com a saúde seja associado a uma experiência divertida, à lembrança de um dia gostoso, tanto para pais como para filhos. Queremos ensinar que cuidar da saúde é algo tão bom quanto importante.

Simples e eficiente

Nossa atuação é simples. Com unidades móveis montadas sobre contêineres ou carretas, adaptados com consultórios médicos completos e com equipamentos de ponta, levamos toda a estrutura necessária para realizar atendimentos, exames e tratamentos resolutivos nas áreas da saúde em que atuamos: ginecologia, dermatologia, oftalmologia, odontologia e saúde mental. Na telemedicina, ampliamos o leque de opções, com 16 especialidades e atendimento em seis áreas da saúde.

O trabalho do SAS Brasil respeita e valoriza as regras da ética médica, como a obrigação de oferecer atendimento sem prejuízo a qualquer indivíduo ou grupo específico e garantindo o direito à privacidade e à confidencialidade dos pacientes, não importando onde estejam ou qual seja sua história. Nossos valores estão na essência da nossa atuação: ética, transparência, segurança, empatia, experiência, autonomia, resolutividade, tecnologia, itinerância, off road.

Visitamos cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e população inferior a 30 mil habitantes para zerar a demanda de óculos em crianças, curar lesões cancerígenas de pele, de mama e de colo uterino – essa última, a 4ª doença que mais mata mulheres no Brasil. Em parceria com os municípios visitados, levamos saúde aliada a ações de entretenimento, cultura, esportes, educação e sustentabilidade, em um cuidado amplo do ser humano e do meio ambiente.

O SAS Brasil e o Sertões

O SAS Brasil nasceu na edição de 2013 do Rally dos Sertões, a maior competição off road das Américas, segunda do mundo e o principal evento do tipo no Brasil. Desde então, somos a ação social oficial da prova. Levamos atendimento médico e uma série de ações para as populações carentes no entorno do trajeto da competição, que existe desde 1992 e hoje é muito mais que uma corrida, é uma vitrine para uma das regiões mais bonitas, embora mais invisíveis, do nosso Brasil.

Leia destaques sobre o Sertões no nosso blog

A partir de 2019, quando o Rally dos Sertões foi rebatizado de Sertões, passamos a ser uma das três dimensões do evento: competição, turismo e social. Anualmente, ao longo de 10 dias na estrada, rodamos milhares de quilômetros, dormimos acampados em escolas ou creches e madrugamos para distribuir saúde e alegria para a população. Nosso trabalho está fortemente atrelado ao Sertões porque é naquela região, principalmente, que encontramos as maiores carências na área de saúde.

(3) Dados de novembro de 2020, para dados atualizados semanalmente, consulte nossa página especial sobre a telemedicina.