Home No SAS Brasil SAS Brasil inaugura hoje, na Maré, mais duas cabines de teleatendimento

SAS Brasil inaugura hoje, na Maré, mais duas cabines de teleatendimento

por Comunicação SAS Brasil

Com o propósito de levar atendimentos médicos e psicológicos gratuitos por meio da telemedicina, o SAS Brasil inaugura hoje (12) duas novas cabines de teleatendimento na comunidade da Maré, conjunto de favelas mais populoso do Rio de Janeiro, com cerca de 140 mil moradores. A iniciativa faz parte do projeto Conexão Saúde: de olho na covid, levando 16 especialidades médicas e outras seis áreas da saúde aos moradores da região. As duas novas cabines se somam a uma outra, já instalada e operante na Maré desde o início de setembro.

⇨ No blog: SAS Brasil inaugura cabine para teleatendimento na Maré, no Rio

As cabines de teleatendimento dispõem de conexão à internet por fibra óptica, webcam e um monitor, para que os pacientes possam conversar com os profissionais de saúde. Cada uma delas dispõe de oxímetro (aparelho que mede o nível de oxigenação do sangue) e medidor de pressão arterial e de temperatura, para que o médico, mesmo a distância, tenha acesso a informações vitais do paciente.

Mais de 2 mil beneficiados

Para realizar o projeto, que também atende a população de Manguinhos, o SAS Brasil, que já impactou mais de 2 mil pessoas da região, se uniu ao Dados do Bem, à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), à Redes da Maré e à União Rio para promover uma atenção integral à saúde da população das regiões, com financiamento do Todos pela Saúde. A iniciativa viabiliza o atendimento integral em saúde nas favelas cariocas e vem contribuindo com a comunidade para o enfrentamento da pandemia de covid-19, por meio de uma estrutura que oferece desde o teleatendimento e testagem até a produção de mapas de risco dentro das comunidades, orientação e apoio à população local.

Na Maré, 187 pacientes com suspeita de covid-19 foram atendidos, 614 telemonitorados e outros 7 encaminhados para pronto-socorros. A participação do SAS Brasil no Conexão Saúde: de olho na covid envolve uma equipe com mais de 300 pessoas, sendo mais de 70 médicos, de 17 especialidades, e mais de 30 psicólogos, que atendem por telemedicina pacientes com os mais variados problemas de saúde, independente de estarem relacionados ao coronavírus.

O SAS Brasil utiliza um sistema próprio com videochamada e prontuário médico eletrônico. A plataforma garante a segurança de dados e a privacidade dos pacientes, atendendo às normas da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Mesmo antes deste projeto, o SAS Brasil já atuava no Complexo do Alemão, uma das maiores comunidades da cidade, em que vivem cerca de 140 mil pessoas.

Posts relacionados

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.